Suicídio e depressão

O suicídio está muitas vezes ligados a depressão. Nos quadros depressivos graves, a porcentagem de tentativa de suicídio é muito mais elevada e infelizmente o número de suicídios aqui no Brasil está crescendo a cada ano.

E nós bombeiros podemos e devemos salvar uma vida em casos de suicídio. Uma abordagem adequada e rápida exige preparo mental e físico do militar.

Afinal, a ação difere um pouco da negociação policial e, apesar da similaridade, o servidor não está tratando com um marginal e sim uma pessoa que, por vezes, está doente. É necessário uma atenção diferenciada.

Sobre a depressão

Saiba tudo sobre a depressãoNo geral, a depressão é uma doença multicausal e bastante complexa. Vários são os fatores que podem agravá-la a ponto de levar uma pessoa a tirar a própria vida. A doença pode levar a evolução progressiva levando o indivíduo à total falta de energia.

É bom destacar que o uso de drogas e álcool é um dos fatores que está mais fortemente associado a suicídios. Pois a droga e o álcool causam alterações do estado de consciência. Além disso, o uso dessas substâncias causam queda do sistema imunológico, orgânico e dano cerebral, que causa prejuízo na autodeterminação e autogerência.

Para nós bombeiros temos que ter uma abordagem diferenciada perante a situação de tentativa de suicídio. Basicamente, a abordagem psicológica, que tem como foco o convencimento da pessoa a não fazer aquilo. O próximo, caso os recursos se esgotem, é a intervenção física.

Infelizmente, nem todo mundo consegue um tratamento adequado contra a depressão o que agrava o quadro e o risco dela ter pensamentos suicidas é maior. Por isso, a escolha de um remédio para depressão deve ser acompanhada por um profissional para que o combate a doença seja efetivo.

Infelizmente, fatores psicossociais, como desemprego, aposentadoria, casamentos e separações conjugais, estão correlacionados com aumento nos índices de depressão. Tudo isso, infelizmente, não está em nosso alcance, mais um profissional de bombeiro bem preparado pode sim reverter esses casos.

Conclusão

Mas basicamente, na depressão a pessoa, em geral, apresenta diminuição da disposição para a vida, sentimentos de tristeza, desesperança, culpa, baixa autoestima, alteração da capacidade de sentir prazer, diminuição da capacidade da atenção e concentração e alteração no sono e apetite.

Com isso os sentimentos descritos podem estar tão intensos que a pessoa não consegue enxergar meios de como encará-los e o suicídio, então, passa ser cogitado como a única forma de controle sobre esses problemas. Além disso, muitos se sentem cansados de viver.

Deixo aqui embaixo um texto muito interessante do portal do G1 que fala o porquê a pessoa se mata. Veja:

http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/blog/psicoblog/post/por-que-uma-pessoa-se-mata.html